09
jan
Um novo ano e suas metas…
Categorias: sendo Gigi


Ahhhh, essas pessoas perfeitas! Com suas metas altamente alcançáveis e fáceis! Só que não.

pai-imperfeito-599x232
Todo inicio do ano é isso, com o advento da internet então, quilos, senão toneladas de metas.
Os desejos de um ano iluminado, mais calmo e, sobretudo, mais leve são sempre bem vindos.
Convenhamos que 2016 foi um ano pesado. E, apesar de tanta aceitação, que foi trabalhada no ano anterior, muitas metas ligadas ao corpo físico e a bens materiais ainda são feitas. Tantos desejos de corpos e vidas perfeitas que não sou capaz de contabilizar. Cada um tem o direito de querer aquilo que lhe convém, mas, será que sei identificar realmente o que me convém?

padrao

Como sempre, estou aqui falando com vocês em meio a uma crise de ansiedade, depois de passar parte do dia alternando entre as pessoas perfeitas do facebook e do meu trabalho e aqueles que lutam contra padrões, seja em musicas ou em canais no youtube. Ou seja, meu ser passou metade do dia entre o desejo de ser perfeita e a compreensão de não ser. Será que minha meta mais importante do ano deveria ser emagrecer? É o que se espera de uma pessoa gorda, é o que eu espero de mim. Mas, ao que tudo indica, não é bem o que me convém, não hoje, não agora. Existe algo muito maior, que não existe dieta capaz de resolver , a capacidade de se amar e se enxergar independente de qualquer casca. Eu não sou o que eu vejo no espelho. Eu não sou o que as pessoas dizem de mim. Eu não sou especial. Eu sou apenas um ser humano. Belo e tosco, cheio de anseios, medos e sonhos que não cabem em mim. Afinal, o que seria de mim sem sonhos? Sem eles eu não teria nenhum tipo de proposito. Me levanto todo os dias na esperança de chegar mais perto deles.

Como vai ser este ano? Ainda não sei, ano passado me dei algumas metas, que eu achava serem alcançáveis. Não foram, então, para este ano?? Não sei.
Como fica a ansiedade? Completamente descontrolada!! Um constante frio na barriga, de não saber, de temer, de querer. E, como lidar com ela? Estou tentando descobrir e, acho que tenho uma pista. Chama hoje.
Quero conseguir sentir cada minuto do dia e respeitar sua peculiaridade. Sem sofrer pelo minuto que passou e sem ansiar o minuto que virá. Cada momento é único, e são deles que vivemos. Momentos.

Fácil? Muito mais de escrever do que viver! Estou em constante cobrança pelos minutos passados, que não foram como eu esperava e criando expectativa (gigantes) para os próximos! Ser humano, apenas. É o que sou. Perfeitamente imperfeita e, de verdade? Tá tudo bem. Vai ficar tudo bem. Tem que ficar.

Gigi Berner, paulista paulistana libriana que ama o interior, praia, caveiras, gatos, unhas, make, look e muita, mas muita, bagunça!


12

12 Comentários para “Um novo ano e suas metas…”

  1. Janaína Santos

    Ótimo texto gostei bastante.
    Muito bom colocarmos metas no ano que está chegando mas nem sempre é possível alcança-las mas não podemos desistir.
    Beijos
    Jana Makes Esmaltes e Cia

    Responder
  2. Gosto muito quando você vem e descreve direitinho “eu na vida”…
    Depois de tantas metas que não conbsegui cumprir , esse ano me dei o direito de começar o ano sem meta alguma, apenas ir tentando um dia de cada vez ou até mesmo uma hora de cada vez… o dia é longo e muita coisa muda nesse período.rs
    E vai ser assim.
    De tanto me cobrar acabei “desenvolvendo” ou sei lá que palavra usar essa tal ansiedade nesse ano que passou e isso não foi bacana viu. Então esse ano nada de metas.

    Bjim…
    >>blog Usei Hoje<<
    Instagram | Twitter | Fan Page

    Responder
    • Somos nós Elaine, seres humanos.. apenas.
      Pois é, eu já tenho essa ansiedade e, nessa de ficar esperando e criando expectativas, me acabou mais ainda. Esse ano vou deixar acontecer e, se criar algo, vai sr pro momento, tipo, de hoje pra essa semana e só. Um dia de cada vez.
      Beijos!

      Responder
  3. Pamela Sensato

    Novo ano, novas metas o título já diz por si…adorei seu texto e com certeza é muito fácil escrever do que fazer……

    Beijinhos,
    • Blog Resenhas da Pam •

    Responder
  4. Sobre metas eu sempre trato assim: coloco as possíveis, um pouco baixas, para que possam ser ultrapassadas e eu fiquei contente hahaha

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    Responder
  5. Minha linda, você escreve super bem. Mas, tenha calma… ainda há muito tempo para cumprir cada meta, cada sonho. Curta cada conquista por menor que seja, não importa. Foi você que conquistou e você merece.
    Vamos seguir adiante com um sorriso no rosto, muitas metas para cumprir e muitos aprendizados.
    Beijos.

    meumundosecreto

    Responder
    • Poxa, fiquei tocada com seu comentário. Porque ele toca num ponto importante, que foi comemorar cada pequena conquista. Acho que faço isso pouco. Algo a melhorar e trabalhar, não vou chamar de meta, vou chamar de trabalho interno!!
      Beijos!

      Responder
  6. Eu nunca faço metas, deixo as coisas acontecerem… sei muito bem como é essa ansiedade e essa coisa do “emagrecer”. Engordei 20kg em 5 anos e me desesperei quando vi! Mas me olho no espelho e me sinto bem, então a prioridade não é emagrecer… mas ser mais saudável e menos ansiosa!!! Não traço metas, mas desafios se conseguir cumprir bem se não amem!!!
    E vai ficar tudo bem, Gi!!! Vamos relaxar!
    um beijo

    coloresam.com

    Responder
    • Poxa, me olho no espelho e me odeio demais.. mas tá tão complicado emagrecer dentro de tantas coisas que acontecem.. ansiedades, depressões.. Preciso aprender do modo inverso, tentar gostar do que eu vejo, independente do que. Aqui foram 20kgs tbm. =(
      Beijos!

      Responder

Escreva um Comentário














 characters available